20 de fevereiro de 2012

II

- Mudaste.
- Verdade.
- Mas porque ?
- Porque me fizeram mudar.
- Como assim ?
- Apenas fizeram.
- Deixa-te de rodeios, conta-me ou já nem sequer confias em mim ?
- Achas que devia ?
- Claro.
- ...
- Vá lá, desabafa comigo.
- O quê que queres que eu te diga ? Quando partiste, foi como se me tirassem o chão, achas que não sofri o suficiente para deixar de ser aquela estúpida que fazia tudo por todos ? Cansei de ser usada.
- Acalma-te, sabes que eu nunca quis partir, mas não tive escolha ...
- Pois.
- Desculpa, gostava de estar presente e ...
- Chega. Não digas mais nada. Se não tencionas estar presente na minha vida, então desaparece, mas pára de me dar esperança. Adeus.
- Não sejas assim, eu adoro-te.
- Pois, mas isso não altera o facto de teres partido e me teres deixado completamente sozinha.
- Desculpa ...
- ...